Pular para o conteúdo principal

Resenha | Desejo à Meia-Noite - Lisa Kleypas

Os Hathaways #1
Editora: Arqueiro
Páginas: 272
Estrelas: ✬✬✬
Skoob
Publicado originalmente em 2007 com o título de Mine Till Midnight

Após sofrer uma decepção amorosa, Amelia Hathaway perdeu as esperanças de se casar. Desde a morte dos pais, ela se dedica exclusivamente a cuidar dos quatro irmãos – uma tarefa nada fácil, sobretudo porque Leo, o mais velho, anda desperdiçando dinheiro com mulheres, jogos e bebida. Certa noite, quando sai em busca de Leo pelos redutos boêmios de Londres, Amelia conhece Cam Rohan. Meio cigano, meio irlandês, Rohan é um homem difícil de se definir e, embora tenha ficado muito rico, nunca se acostumou com a vida na sociedade londrina. Apesar de não conseguirem esconder a imediata atração que sentem, Rohan e Amelia ficam aliviados com a perspectiva de nunca mais se encontrarem. Mas parece que o destino já traçou outros planos.
Quando se muda com a família para a propriedade recém-herdada em Hampshire, Amelia acredita que esse pode ser o início de uma vida melhor para os Hathaways. Mas não faz ideia de quantas dificuldades estão a sua espera. E a maior delas é o reencontro com o sedutor Rohan, que parece determinado a ajudá-la a resolver seus problemas. Agora a independente Amelia se verá dividida entre o orgulho e seus sentimentos.
Será que Rohan, um cigano que preza sua liberdade acima de tudo, estará disposto a abrir mão de suas raízes e se curvar à maior instituição de todos os tempos: o casamento?

Os Hathaways herdaram uma propriedade e estão de saída de Londres para Hampshire. Amelia está aliviada, afinal, seu irmão vem gastando dinheiro e sua vida pela janela com jogos e bebidas. Como diz a sinopse, em busca de seu irmão, Amelia conhece Rohan.

Confesso que esse não foi um dos meus preferidos, mas me proporcionou muita diversão. Como é o início de uma série, ele nos apresenta toda a situação da família, seus membros e personalidades, como eles se relacionam e com quem, como eles vão se virar agora que receberam essa herança.

Afinal, dizem que a mansão que eles herdaram é amaldiçoada. Seus mestres acabam morrendo jovens, o que veio a calhar para seu irmão. Que tendo perdido sua noiva, está a caminho de destruir a própria vida.

Cabe à Amelia cuidar da propriedade que está caíndo aos pedaços, tentando se virar com o pouco que eles tem. A casa, na verdade, está inabitável, caindo aos pedaços, tem um de seus cômodos abrigando uma gigantesca colméia.

Essa série tem alguns toques de sobrenatural, junto com a história cigana. Acho que se a autora explorar um pouco mais a parte cigana da história, vai ser bem legal. Afinal, tem o mocinho deste livro e o mocinho do próximo como ciganos que abriram mão da vida em liberdade para conviver em sociedade.

Acho que não gostei tanto deste livro porque o casal não me convenceu. Amelia é uma moça mais velha, que desistiu do amor por causa de uma decepção amorosa (claro que o ex reaparece no livro também!). E Rohan, bom, ele é o mocinho típico desse tipo de livro, honrado e meio misterioso. Mas os dois juntos, não me convenceram como casal. Uma pena!

O que me interessou nessa história, foi que ouvi dizer que cada livro dela é uma recontagem de um romance clássico. Esse seria a história d'A Megera Domada, de Shakespeare. Não li essa peça ainda, sempre confundo com Macbeth, por algum motivo...

Eu vou continuar a ler essa série, com certeza, ela tem potencial. Já estou com o segundo livro engatilhado e preciso comentar - que capas lindas! Elas lembram as capas da trilogia Seleção, vocês não acham? Adoro esses vestidos!

E você? Já leu? Deixe sua opinião nos comentários!

Comentários

  1. Ainda não li essa serie mas tenho muita vomtade por ser um romance histórico.
    Não sabia q era baseada na megera domada.. Agora fiquei com mais vomtade de ler..

    Forever a Bookaholic
    Curta a página do blog

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi isso que me fez querer ler tb hehe
      Desse eu não gostei muito, mas acho que a série deve ser mto boa!

      Bjs

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha | Papillon - Henri Charrière

Editora: Bertrand Páginas: 728 Estrelas: ✬✬✬✬ Skoob Publicado originalmente em 1969 com o título de Papillon

Charriere, condenado à prisão perpétua por um assassinato que não cometeu, foi um dos poucos que conseguiram fugir da Ilha do Diabo, presídio localizado na floresta impenetrável da Guiana Francesa, onde os presos pagavam por seus crimes sofrendo degradações e brutalidades. No livro, ele relata como foi acusado, fala de seu martírio ao longo dos anos de confinamento, além da corrupção entre os guardas e como planejou sua fuga cinematográfica. Quando publicado na França, “Papillon” foi alvo de grande controvérsia. Nunca se soube ao certo se os acontecimentos narrados de fato ocorreram com o autor, como ele alega – o que faria do livro um romance autobiográfico –, ou se a trama é fruto de sua fértil imaginação. “Papillon” é um dos relatos mais impressionantes e realistas de toda a literatura, um feito incrível de engenhosidade humana, força de vontade e perseverança. A história de um …

Top 5 | Livros Apaixonantes

Amanhã é dia dos namorados, por isso, sugiro leituras apaixonantes, que aquecem o coração, seja por seus personagens marcantes ou pelo romance do livro. São livros que li recentemente e que saltaram à mente quando pensei nesse tema.

TBR Março/2016

Eu poderia ter vergonha de dizer que não concluí a minha meta de Fevereiro, porém, considerando que eu sempre soube que era ambiciosa, não tenho haha
Faltou ler: O Segundo Sexo, The Two Towers e Ases nas Alturas. Faltou em partes... o único que eu não consegui nem pegar para começar foi o Ases nas Alturas. Eu li metade de The Two Towers, restando a outra metade para março. E consegui ler mais uma parte d'O Segundo Sexo.
Então, não foi um fracasso total, né? Bom, estes livros vão passar para a meta de março com alguns acréscimos:
Fundação e Terra, continuando o box extra da Fundação. Estou loooouca para saber o que vai acontecer em seguida!
Clube da Luta, porque a Dani do Só Lendo comentou sobre e fiquei muito curiosa para saber o que eu iria achar. Terminei de ler ontem mesmo, e como eu nunca tinha percebido o sabonete na capa?
A luz fantástica do Terry Pratchett, seguindo com a série Discworld. Fiz a loucura de comprar a série inteira no sebo, agora tenho que ler. Começarei a ler h…