Pular para o conteúdo principal

Resenha | Boneca de Ossos - Holly Black

Editora: Irado (Novo Conceito)
Páginas: 224
Estrelas: ✬✬✬
Skoob
Publicado originalmente em 2013 com o título de Doll Bones

POPPY, ZACH E ALICE sempre foram amigos. E desde que se conhecem por gente eles brincam de faz de conta – uma fantasia que se passa num mundo onde existem piratas e ladrões, sereias e guerreiros. Reinando soberana sobre todos esses personagens malucos está a Grande Rainha, uma boneca chinesa feita de ossos que mora em uma cristaleira. Ela costuma jogar uma terrível maldição sobre as pessoas que a contrariam. Só que os três amigos já estão grandinhos, e agora o pai de Zach quer que ele largue o faz de conta e se interesse mais pelo basquete. Como o seu pai o deixa sem escolha, Zach abandona de vez a brincadeira, mas não conta o verdadeiro motivo para as meninas. Parece que a amizade deles acabou mesmo...


Poppy, Alice e Zach são vizinhos e brincam juntos. Eles elaboram histórias incriveis com seus bonecos. Explorando terras desconhecidas com piratas, tesouros e donzelas. Na casa de Poppy tem uma boneca trancada num armário de vidro, tão exótica e proibida (sua mãe não deixa que a toque) que praticamente pede para que haja um mistério em sua história, e não demora muito para eles a incluírem na brincadeira.

Zach e seu pai se desentendem e ele abandona a brincadeira pela metade. E aí está o grande twist da história. Se é real ou é mentira, não sei dizer, vocês terão de ler para tirar suas próprias conclusões, mas a boneca fala com Poppy e conta sua história. A partir daí, eles embarcam numa aventura.

Eu gostei bastante da leitura, mesmo não sendo o público alvo dela. Lembrou-me da série Goosebumps (resenha de um dos livros da série aqui). Os mistérios do livro lembram brincadeiras infantis e não saber se é real ou não, fez o diferencial o livro.

Zach e Alice embarcam na história contada pela Poppy, mas eles mesmos duvidam do que ela conta. Geralmente, ela tem as melhores ideias para as brincadeiras, será que está inventando isso também?

O e-book tem ilustrações legais - estou desenvolvendo um apego por livros com ilustrações. Além disso, está bem formatado e pronto para a leitura.

Eu recomendaria o livro para crianças, principalmente, mas também para "jovens adultos" como eu, que gostam de histórias com um toque de magia infantil. Ele se encaixaria no gênero mistério, com pitadas de terror e bastante aventura. Quero ler mais livros da autora, estou de olho no A Menina Mais Fria de Coldtown.

E você? Já leu? Pretende ler? Deixe sua opinião nos comentários!

Comentários

  1. Olá!
    Gostei da resenha!
    Estou lendo esse livro agora, ainda estou na metade, mas estou gostando bastante, a escrita da autora, o fato de ter ilustração também é muito bom :)
    Espero não me decepcionar com o final rs
    Também estou de olho em "A Menina Mais Fria de Coldtown"
    Beijos
    Dri
    http://livrosleituraseleitores.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Dri!
      Espero que vc goste do livro. Ele não é daqueles "noooossa, mudou minha vida" mas é divertido hehe

      Beijão!

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha | Papillon - Henri Charrière

Editora: Bertrand Páginas: 728 Estrelas: ✬✬✬✬ Skoob Publicado originalmente em 1969 com o título de Papillon

Charriere, condenado à prisão perpétua por um assassinato que não cometeu, foi um dos poucos que conseguiram fugir da Ilha do Diabo, presídio localizado na floresta impenetrável da Guiana Francesa, onde os presos pagavam por seus crimes sofrendo degradações e brutalidades. No livro, ele relata como foi acusado, fala de seu martírio ao longo dos anos de confinamento, além da corrupção entre os guardas e como planejou sua fuga cinematográfica. Quando publicado na França, “Papillon” foi alvo de grande controvérsia. Nunca se soube ao certo se os acontecimentos narrados de fato ocorreram com o autor, como ele alega – o que faria do livro um romance autobiográfico –, ou se a trama é fruto de sua fértil imaginação. “Papillon” é um dos relatos mais impressionantes e realistas de toda a literatura, um feito incrível de engenhosidade humana, força de vontade e perseverança. A história de um …

Top 5 | Livros Apaixonantes

Amanhã é dia dos namorados, por isso, sugiro leituras apaixonantes, que aquecem o coração, seja por seus personagens marcantes ou pelo romance do livro. São livros que li recentemente e que saltaram à mente quando pensei nesse tema.

TBR Março/2016

Eu poderia ter vergonha de dizer que não concluí a minha meta de Fevereiro, porém, considerando que eu sempre soube que era ambiciosa, não tenho haha
Faltou ler: O Segundo Sexo, The Two Towers e Ases nas Alturas. Faltou em partes... o único que eu não consegui nem pegar para começar foi o Ases nas Alturas. Eu li metade de The Two Towers, restando a outra metade para março. E consegui ler mais uma parte d'O Segundo Sexo.
Então, não foi um fracasso total, né? Bom, estes livros vão passar para a meta de março com alguns acréscimos:
Fundação e Terra, continuando o box extra da Fundação. Estou loooouca para saber o que vai acontecer em seguida!
Clube da Luta, porque a Dani do Só Lendo comentou sobre e fiquei muito curiosa para saber o que eu iria achar. Terminei de ler ontem mesmo, e como eu nunca tinha percebido o sabonete na capa?
A luz fantástica do Terry Pratchett, seguindo com a série Discworld. Fiz a loucura de comprar a série inteira no sebo, agora tenho que ler. Começarei a ler h…