Pular para o conteúdo principal

Resenha | A Dança dos Dragões - George R. R. Martin

As Crônicas de Gelo e Fogo #5
Editora: Leya
Páginas: 872
Estrelas: ✬✬✬✬✬
Skoob

Publicado originalmente em 2011 com o título de A Dance with Dragons

O Norte jaz devastado e num completo vazio de poder. A Patrulha da Noite, abalada pelas perdas sofridas para lá da Muralha e com uma grande falta de homens, está nas mãos de Jon Snow, que tenta afirmar-se no comando tomando decisões difíceis respeitantes ao autoritário Rei Stannis, aos selvagens e aos próprios homens que comanda. Para lá da Muralha, a viagem de Bran prossegue. Mas outras viagens convergem para a Baía dos Escravos, onde as cidades dos esclavagistas sangram e Daenerys Targaryen descobre que é bastante mais fácil conquistar uma cidade do que substituir de um dia para o outro todo um sistema político e económico. Conseguirá ela enfrentar as intrigas e ódios que se avolumam enquanto os seus dragões crescem para se tornarem nas criaturas temíveis que um dia conquistarão os Sete Reinos?




Como eu estava louca por ler esse livro! Depois da leve decepção que O Festim dos Corvos foi, estava muito curiosa para saber aonde tinham ido parar meus personagens preferidos. E dessa vez, não me decepcionei.

Eu tenho que expressar minha grande admiração por quem faz as sinopses dessa série, porque não é um trabalho fácil. Talvez seja impossível. O quinto livro vai trazer as histórias que ficaram "esperando" as que ocorreram no livro anterior, já que o George fez aquela divisão que eu não curti, e depois vai encontrar as duas ramificações de personagens e prosseguir no ritmo que já aprendemos a amar com seus zilhões de personagens e lugares diferentes.

As histórias da Daenerys, do Jon Snow e do Tyrion são os destaques do livro, na minha opinião. Com Dany, os dragões estão crescendo junto com ela, depois da "maternidade" ela teve que enfrentar bons bocados. Várias conspirações com mercenários e forças locais de Meereen, um novo casamento e a alimentação de seus bebês que dá uma guinada bem sanguinária.

Jon Snow, comandante da muralha, contrariando anos de conflitos com os selvagens, agora os acolhe e convida para juntos lutarem contra os outros. Já que o inverno está chegando. E Tyrion, agora finalmente sei o que aconteceu com ele depois do casamento de Joffrey! De fugitivo, passa a pantomimeiro e escravo, e não digo mais nada.

Ao mesmo tempo em que estou louca para o lançamento do sexto livro, Os Ventos do Inverno, também já sei que se seguir o padrão até agora, não será tão bom assim. Os livros ímpares são os melhores até agora, deixando os pares com papel típico de "livro de meio".

Mais um livro fantástico nessa série, são mais de 800 páginas que são lidas em pouquíssimos dias, pois a curiosidade não passa com o passar dos capítulos. Achei que há muito crescimento dos personagens e agora só resta "gente grande" no jogo dos tronos.

É possível distinguir um personagem do outro pela sua voz, pela escolha de palavras e porte de cada um. As descrições do autor são imprescindíveis para isso. Além da caracterização da dor e da fome, que aflige o leitor. 

Mais um excelente livro. E não consigo, sinceramente, imaginar que fim terá essa série. Quem ganhará o jogo dos tronos, quem vai morrer no caminho. A cada livro um punhado morre e outro punhado de personagens é inserido, neste em especial, houve uma introdução que eu nem imaginava. O único problema é que, agora, tendo concluído os cinco livros publicados da série, tenho anos de espera pela frente até os outros.

E você? Já leu? Deixe sua opinião nos comentários!

Comentários

  1. Rafaaa!!

    Desculpa o sumiço, leio sempre no celular e não consigo comentar por lá!! rsrs

    Aiiii tô na dúvida se leio o dança dos dragões! Sua resenha me animou, mas o Festim foi tenso!!! rsrsrs Mas agora vou pegar em português mesmo! Em inglês foi bem difícil!! rsrs

    bjokas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhh, acredito que em inglês tenha sido beeem mais difícil hehe
      Eu também não gostei muito do Festim, mas a Dança melhora muito! Vai por mim! hehe

      Beijão!

      Excluir
  2. Eu só li o primeiro livro da série (e por esse motivo li a resenha por alto com medo de algum spoiler) mas ainda pretendo terminar todos. Eu gostei muito da escrita do autor em Guerra dos Tronos e estou buscando coragem para ler os próximos rs'

    Beijo,
    Naty.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Naty, só tenho uma coisa a dizer: LEIA! Eu sou uma apaixonada por essa série, recomendo para todo mundo hehe
      O tamanho assusta, mas a qualidade compensa!

      Bjão

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha | Papillon - Henri Charrière

Editora: Bertrand Páginas: 728 Estrelas: ✬✬✬✬ Skoob Publicado originalmente em 1969 com o título de Papillon

Charriere, condenado à prisão perpétua por um assassinato que não cometeu, foi um dos poucos que conseguiram fugir da Ilha do Diabo, presídio localizado na floresta impenetrável da Guiana Francesa, onde os presos pagavam por seus crimes sofrendo degradações e brutalidades. No livro, ele relata como foi acusado, fala de seu martírio ao longo dos anos de confinamento, além da corrupção entre os guardas e como planejou sua fuga cinematográfica. Quando publicado na França, “Papillon” foi alvo de grande controvérsia. Nunca se soube ao certo se os acontecimentos narrados de fato ocorreram com o autor, como ele alega – o que faria do livro um romance autobiográfico –, ou se a trama é fruto de sua fértil imaginação. “Papillon” é um dos relatos mais impressionantes e realistas de toda a literatura, um feito incrível de engenhosidade humana, força de vontade e perseverança. A história de um …

Top 5 | Livros Apaixonantes

Amanhã é dia dos namorados, por isso, sugiro leituras apaixonantes, que aquecem o coração, seja por seus personagens marcantes ou pelo romance do livro. São livros que li recentemente e que saltaram à mente quando pensei nesse tema.

Resenha | Eu Fui a Melhor Amiga de Jane Austen - Cora Harrison

Editora: Rocco
Páginas: 320
Estrelas: ✬✬✬
Skoob
Publicado originalmente em 2010 com o título de I Was Jane Austen's Best Friend

Chega ao Brasil o livro: "Eu fui a Melhor Amiga de Jane Austen" da autora Cora Harrison. A história tem o objetivo de introduzir os mais jovens ao empolgante mundo dos livros de Jane Austen. O livro traz uma combinação entre fatos históricos e ficção, apresentando a relação entre as adolescentes Jane Austen e sua prima Jenny Cooper.