Pular para o conteúdo principal

Resenha | Austenlândia - Shannon Hale

Editora: Record
Páginas: 240
Estrelas: ✬✬✬✬
Skoob
Publicado originalmente em 2007 com o título de Austenland

Compre na Amazon: Austenland: A Novel

Jane Hayes tem 33 anos e mora na Nova York atual. Bonita, inteligente e com um bom emprego, ela guarda um um segredo constrangedor: é verdadeiramente obcecada pelo Sr. Darcy. Embora sonhe com ele, os homens reais com os quais se depara são muito diferentes dos que habitam sua fantasia. Justamente por isso, ela decide deixar de lado sua vida amorosa e aceitar seu destino: noites solitárias aconchegada no sofá assistindo a Colin Firth em seu DVD. Porém, esses não são os planos que sua rica e velha tia-avó Carolyn, tem para a moça. A única a descobrir o segredo de Jane deixa, em seu testamento, férias pagas para a sobrinha-neta na Austenlândia. A ideia é que Jane tenha uma legítima experiência como uma dama no início do século XX e consiga se livrar de uma vez por todas de sua obsessão. Contudo, para isso, ela terá que abrir mão do celular, da internet e até do uso de sutiãs em troca de tardes de leitura, espartilhos e... a companhia de belos cavalheiros.

Esse é um chick-lit super fofinho e engraçado. Dedicado as fãs de Jane Austen e do Colin Firth! Aliás, nunca assisti ao filme com ele, preciso! Porém, creio que o filme "novo" com o Matthew MacFadyen não fica muito atrás *.*

Orgulho e Preconceito, para mim, é daquelas obras que todos nós temos, as quais com uma certa periodicidade relemos. Anualmente, eu releio. Anualmente, eu me apaixono. Anualmente, me decepciono ao voltar para a realidade.

" - Além de ser inteligente e engraçado e talvez o melhor romance já escrito, também é a história de amor mais perfeita da literatura, e nada na vida consegue chegar aos pés dela, então passo meus dias mancando à sombra dela."

Jane tem 33 anos e é obcecada pelo Sr. Darcy. Porém, não é qualquer obsessão normal, que todas nós ocasionalmente desenvolvemos. Ela acaba com todos os seus relacionamentos ao compará-los com o personagem de Jane Austen. E é "descoberta" pela sua tia-avó Carolyn, que posteriormente deixa uma viagem toda paga para Jane ir a Austenlândia. Adentrar em Pembrook Park e viver na era regencial com tudo que tem direito, bailes, regras de etiqueta, roupas de época e, claro, cavalheiros de época também.

O livro é um romance bem leve, porém tem seus atrativos. Além do óbvio, que é ser uma releitura dessa excelente obra da Jane Austen. Os personagens secundários são hilários e fazem toda a diferença na história. A tia-avó Carolyn, embora apareça somente no prólogo, é o tipo de personagem que eu amo. Ela é uma idosa sem papas na língua e que já viveu o suficiente para entender os sentimentos humanos e não é regida por falsos pudores, ela fala mesmo.

Os atores da Austenlândia, assim como as outras "visitantes" do parque trazem um alto tom de comicidade. Aliás, no filme, a personagem da Srta. Charming é feita pela atriz Jennifer Coolidge, foi uma escolha perfeita! No livro, a personagem é daquelas senhoras que não tem muito o que fazer, não tem vergonha de seu jeito de ser e quer mais encontrar felicidade em tudo que faz.

O Sr. Darcy, ou Sr. Nobley, ficou muito bem caracterizado também. Odiei - odiei - odiei com todas as minhas forças ele no início, assim como o Darcy original. E o Sr. Wickham... apaixonante de início, pena que não se mantém.

O final é um clichezão e não poderia ser diferente. Achei linda a maneira que terminou e aqueceu meu coração, como eu esperava (haha). Esse livro é o primeiro de uma série e, com toda a certeza, preciso do segundo livro! Já foi lançado com o título de Midnight in Austenland, e pela sinopse, não segue os personagens desse livro e, sim, é uma nova história em Austenlâdia.

Se você se interessar, além do livro, existe o filme com mesmo nome e você pode conferir a resenha aqui.

E você? Já leu? Pretende ler? Faz parte do fã clube do Sr. Darcy (rs)? Deixe sua opinião nos comentários!

Comentários

  1. Oi!
    Gostei da resenha... Sou fã do Darcy sim!! :)
    Mas, já ouvi opiniões contrárias... Agora fiquei na dúvida, tenho que ler...! rs
    Bjs, Lu
    http://resenhasdalu.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie! Eu também vi algumas resenhas negativas sobre ele, mas, pessoalmente, gostei e me diverti bastante. Claro, não dá para esperar uma grande obra de literatura, mas serve ao propósito :D

      Beijos!

      Excluir
  2. Já li e adorei o livro. Foi uma leitura super rápida e leve, a empatia com a Jane foi instantânea, me vi nela quase o livro todo, por isso, acho que mereço o meu Darcy também. kkkkkkkkkk

    Bjs, @dnisin
    www.seja-cult.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bah, Denise! Eu também quero um Darcy hahaha

      Beijos!

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha | Papillon - Henri Charrière

Editora: Bertrand Páginas: 728 Estrelas: ✬✬✬✬ Skoob Publicado originalmente em 1969 com o título de Papillon

Charriere, condenado à prisão perpétua por um assassinato que não cometeu, foi um dos poucos que conseguiram fugir da Ilha do Diabo, presídio localizado na floresta impenetrável da Guiana Francesa, onde os presos pagavam por seus crimes sofrendo degradações e brutalidades. No livro, ele relata como foi acusado, fala de seu martírio ao longo dos anos de confinamento, além da corrupção entre os guardas e como planejou sua fuga cinematográfica. Quando publicado na França, “Papillon” foi alvo de grande controvérsia. Nunca se soube ao certo se os acontecimentos narrados de fato ocorreram com o autor, como ele alega – o que faria do livro um romance autobiográfico –, ou se a trama é fruto de sua fértil imaginação. “Papillon” é um dos relatos mais impressionantes e realistas de toda a literatura, um feito incrível de engenhosidade humana, força de vontade e perseverança. A história de um …

Top 5 | Livros Apaixonantes

Amanhã é dia dos namorados, por isso, sugiro leituras apaixonantes, que aquecem o coração, seja por seus personagens marcantes ou pelo romance do livro. São livros que li recentemente e que saltaram à mente quando pensei nesse tema.

Resenha | Eu Fui a Melhor Amiga de Jane Austen - Cora Harrison

Editora: Rocco
Páginas: 320
Estrelas: ✬✬✬
Skoob
Publicado originalmente em 2010 com o título de I Was Jane Austen's Best Friend

Chega ao Brasil o livro: "Eu fui a Melhor Amiga de Jane Austen" da autora Cora Harrison. A história tem o objetivo de introduzir os mais jovens ao empolgante mundo dos livros de Jane Austen. O livro traz uma combinação entre fatos históricos e ficção, apresentando a relação entre as adolescentes Jane Austen e sua prima Jenny Cooper.